Trump: mestres de Biden pretendem 'destruir' Suprema Corte americana

De Redação Estadão | 11 de outubro de 2020 | 14:54

O presidente americano, Donald Trump, afirmou em sua conta oficial no Twitter neste domingo que o democrata Joe Biden, que concorre contra ele nas eleições presidenciais, vai “destruir” a Suprema Corte dos Estados Unidos se for eleito. Trump fez referência, na postagem, a uma proposta de reforma do tribunal feita nos anos 1930 pelo também democrata Franklin Roosevelt.

“Biden dá evasivas à pergunta sobre o ’empacotamento do tribunal’. @FoxNews porque seus mestres pretendem destruir a Suprema Corte”, escreveu o presidente. “Não permita que isso, e muitas outras coisas realmente ruins, aconteçam. VOTE!”, completou.

O chamado ’empacotamento do tribunal’ foi uma tentativa de Roosevelt de aumentar a quantidade de juízes da Suprema Corte americana em 1937. Após a reeleição, em 1936, Roosevelt propôs uma reforma que levaria um novo juiz ao tribunal quando um dos magistrados atingisse 70 anos e não se aposentasse.

A mudança, que não foi barrada pelo democrata Henry F. Ashurst, foi vista como uma tentativa de trazer mais vitórias a Roosevelt relacionadas ao New Deal, pacote de medidas promovidas pelo governo para estimular a economia após a Grande Depressão de 1929. Várias delas haviam sido declaradas inconstitucionais pela Suprema Corte.

Trump espera ver aprovada para a Corte a juíza Amy Coney Barrett, indicada por ele para a vaga de Ruth Bader Ginsburg, que morreu em setembro. Os democratas afirmam que a indicação não poderia ser feita pelo presidente semanas antes da eleição, que acontece em novembro.

Em outra postagem, o presidente disse que os americanos “não lembram o caos, o ódio e a discórdia pela qual passamos durante os oito anos de Obama/Biden”, e que não estaria na “bela Casa Branca” se não fosse pela gestão democrata.

Matheus Piovesana
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário