Trump: se forem contados os votos ilegais e atrasados, eles podem roubar

De Redação Estadão | 5 de novembro de 2020 | 15:10

A campanha à reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou um comunicado em que ele reforça a acusação de que votos ilegais estão sendo contabilizados na eleição presidencial. “Se forem contados os votos legais, eu ganho facilmente a eleição! Se forem contados os votos ilegais e atrasados, eles podem roubar a eleição de nós”, diz a nota assinada pelo republicano.

O atual chefe da Casa Branca já entrou com ações judiciais em pelo menos cinco estados: Wisconsin, onde quer a recontagem dos votos, Michigan, Geórgia, Pensilvânia e Nevada. Na Geórgia, no entanto, um juiz rejeitou o pedido do Partido Republicano estadual e da campanha de Trump.

As projeções da imprensa americana apontam para vitória do candidato democrata Joe Biden no Michigan e no Wisconsin. Ele também está na frente em Nevada, com 87% da apuração concluída. Na Geórgia e na Pensilvânia, Trump lidera, mas a vantagem do republicano vem diminuindo à medida que a apuração entra na reta final.

Iander Porcella
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário