UFPR adota ensino remoto emergencial

De lucianpichetti | 22 de junho de 2020 | 15:57
(Foto: Marcos Solivan/via site da UFPR)
Foto: Marcos Solivan/FPR)

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) aprovou a resolução que regulamenta as atividades de ensino nos cursos de graduação da universidade, no contexto de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

O período especial, já existente entre os semestres letivos regulares, será adaptado para possibilitar adiantamento do currículo durante a suspensão do calendário regular. A proposta é a adoção do Ensino Remoto Emergencial, como possibilidade de atividades acadêmicas.

De acordo com a instituição, a oferta de disciplinas do período especial é de caráter totalmente voluntário para as unidades administrativas e para o corpo docente. Os estudantes também terão a liberdade de realizar ou não as disciplinas do período especial. Além disso, a universidade afirma que a recusa ou impedimento em efetuar matrícula nesse período não repercutirá em nenhuma restrição de direitos após a retomada do calendário acadêmico.

Datas

O período especial será realizado entre os dias 29 de junho e 26 de setembro de 2020, para os cursos semestrais; e entre 29 de junho e 07 de novembro, para os cursos anuais.

Estes prazos poderão ser prorrogados em razão das medidas de enfrentamento da pandemia. O início das disciplinas se dará a partir de 13 de julho. As disciplinas de estágio obrigatório e de trabalho de conclusão de curso poderão ser concluídas após o período especial, de acordo com a necessidade dos estudantes.

Ações na UFPR

A definição do Ensino Remoto Emergencial se associa às outras ações da UFPR tem adotado de enfrentamento à pandemia na área acadêmica, como o programa de inclusão digital; o treinamento para docentes e a disponibilização de plataformas digitais; e a promoção da saúde mental durante a pandemia.

Colaboração UFPR

Deixe um comentário