Uma vida dedicada às palavras

De Redação Estadão | 2 de maio de 2020 | 07:30

O dicionarista Roberto Côrtes de Lacerda morreu na quinta-feira, 30, aos 78 anos. Ele estava internado no Hospital Quinta D’Or, no Rio, desde 23 de março, com os sintomas do coronavírus. Chegou a ser entubado e vinha apresentando relativa melhora, mas sofreu uma parada cardíaca. Sua vida foi voltada para as Letras. Trabalhou nas editoras Hachette e Nova Fronteira e na Enciclopédia Britânica, e destacou-se como filólogo e dicionarista – ele foi coautor do Grande Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Redação
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe um comentário